| objectivos | objectives

008.17A_objetivos-01

– – – – –

+ english version [ objectives ]

– – – – –

| a nível do espaço público/planeamento urbano 

Identificação, re-aproveitamento e activação dos espaços abandonados, negligenciados, sub-aproveitados no Bairro Social Beja II.

| a nível social 

Suscitar um interesse pelos espaços comuns junto da população do Bairro Social Beja II; contribuir para tornar a população mais activa e pro-activa; promover o gosto pelo ‘fazer’; motivar a população (principalmente idosa) para sair de casa e usar os espaços públicos como uma extensão dos espaços doméstico; motivar a população local para se tornarem nos autores e responsáveis (em parte) pelo ambiente que os rodeia, pelo espaço comum partilhado no bairro promovendo uma participação activa da população em questões relaccionadas com a construção e manutenção dos espaços públicos; criar novos elos de ligação entre os diferentes moradores e associações; criar o gosto pelo brincar na rua junto das crianças promovendo diferentes jogos e actividades; juntar diferentes gerações e grupos sociais para a melhoria de espaços comuns.

| a nível pedagógico 

Promover o interesse sobre o bairro e espaços públicos, sobre o cuidar desses mesmos espaços; promover o gosto pelo ‘fazer’; mostrar como é possível criar, muito e variado, com poucos recursos; promover a re-utilização de materiais e objectos de formas criativas; despertar a curiosidade sobre a o bairro e a cidade de Beja, sobre valores culturais e tradições; promover a interação entre diferentes gerações; envolver as crianças num projecto de importância e valor à escala da cidade permitindo que as suas opiniões e desejos sejam tomados em consideração e contribuam para o desenho e criação de novos espaços urbanos.

| a nível cultural/património/arte & arquitectura

Reflectir sobre o conceito de ‘espaço público’; utilizar a arte e cultura como formas de captivar a população para o envolvimento em questões do património e espaço público/comum; re-pensar as estruturas mais formais de planeamento e intervenção em espaços públicos através de um conjunto de ferramentas/técnicas (workshops, fotografia, filme, desenho, escultura, design gráfico, arquitectura, jardinagem, gastronomia, ilustração, narrativa, construção, teatro, animação… ) que utilizem as artes visuais e performativas para a elaboração de estratégicas de intervenção; promover algumas políticas de auto-construção, mais informais, que permitam completar as estratégicas mais formais a nível da CM/PDM; promover referências culturais e tradicionais locais como elementos catalisadores das intervenções e do envolvimento da população.

| a nível ambiental

Promover (junto às crianças e moradores) a re-utilização e aproveitamento de materiais e objectos; re-aproveitamento do que já existe no bairro; promover espaços verdes e de cultivo; promover o aproveitamento de todos os recursos existentes como fonte criativa.

 

Como conclusão, os objectivos principais são a re-activação de espaços negligenciados no Bairro Social Beja II através de uma observação e assimilação das características únicas do bairro e dos seus moradores, dos elementos e prácticas do quotidiano. Re-activação esta que deverá dar origem a estruturas de carácter informal feita de forma inclusiva e participada em diálogo constante entre a população e entidades locais e  autarquia, mediada e desencadeada pelo atelier urban nomads. Estas deverão completar uma estrutura mais permanente desenhada e construída pela CMB. O projecto visa desencadear uma mudança de atitude junto à população em relação ao aproveitamento, utilização e manutenção dos espaços públicos.

– – – – –

| public space & urban planning
Identify, re-use and activate abandoned, neglected, under-used spaces in Bairro Social Beja II (Housing Estate).

| social
Trigger an interest about public spaces amongst the inhabitants of Bairro Social Beja II; try to become an incentive for local people to become more active and proactive; contribute to the development of a passion for making; motivate the population (specially the elderly) to leave their houses and use public spaces as extensions of their domestic environments; motivate the local population to develop a feeling of authorship and responsibility for their built environment, for public spaces in the neighbourhood, promoting an active participation of the population in relation to the construction and maintenance of public spaces; create new connections between the different neighbours and local associations; contribute to the development of an interest to play outdoors promoting different games and activities; bring together different generations and social groups in order to improve public space.

| pedagogic
Try to raise an interest a amongst the local people about the neighnourhood and public spaces; promote the desire ‘to care’ / look after; motivate children and adults develop a liking for ‘making’; develop an ability to make with little resources; promote the creative re-use of materials and objects; trigger curiosity about the neighbourhood and about Beja; raise interest about cultural and traditional values; promote the interaction between the different generations; contribute to the drawing and creation of new urban spaces.

| cultural / built environment / art & architecture
Reflect about the concept of ‘public space’; use art and culture as a medium to involve the population in the discussion about the built environment and public space; re-think the existing formal planning structures and interventions in public spaces through a set of tools and artistic techniques (workshops, photography, film, drawing, sculpture, graphic design, architecture, gardening, food, illustration, storytelling, construction, theatre, animation…); promote self-built policies that will challenge and complement the more formal policies related to the CM/PDM; promote cultural and traditional local references as catalysts for the interventions and for the involvement of the population.

| environmental
Promote (amongst the children and residents) the re-use and reclaim of old materials and objects; the re-use of what already exists in the neighbourhood; promote green spaces and food growing spaces; the use all the existing resources as creative sources.

To conclude, the main aims of the project focus on the regeneration of the neglected spaces in Beja II through the observation and assimilation of the unique characteristics of the neighbourhood and its residents and the local everyday practices. The regeneration of this place done according to the methodology under development should lead to the emergence of informal structures created in an inclusive and participatory way, in constant dialogue between the local population, local associations, school, municipality and mediated by atelier urban nomads. They should complement a more fixes structure (structural layer) built by the CMB. The project intends to trigger a change of attitude among the local population regarding the use and maintenance of their built environment. 

Anúncios